Mantras e Japamalas – o poder das repetições

Leitura: 4 min

Se você já participou de algumas práticas meditativas em grupo ou até mesmo de yoga, deve ter reparado que algumas pessoas usam um colar com algumas franjas.

O Japamala é parecido com o terço católico e tem quase a mesma função. É usado para contar os mantras e possui 108 contas. É um objeto energético poderoso!

Ele pode ser usado para contar respirações também.

Japa vem do sânscrito, que significa “murmurar”, “sussurrar”, é a repetição das palavras neste tom de murmúrio, praticada pelos yogis. Mala significa “cordão de contas”.

Quando você completa as 108 contas, chegando na conta central, chamada “Meru”, significa você avançou um degrau para a evolução espiritual, aproximando-se da união com o divino.

Seu surgimento e as várias religiões


Photo by Iván Tejero on Unsplash

O Japamala é um objeto milenar, não sabemos ao certo onde surgiu, porém, há registros de um colar de contas encontrado na África há 10.000 a.C. Mais “recentemente”, há cerca de 3 mil anos a.C, na região da Índia, também houve indícios de sua utilização.

Várias culturas utilizam um cordão de contas, os católicos romanos utilizam o terço com 54 contas mais 5 adicionais, já os cristãos ortodoxos, usam um terço ou rosário de 100 cotas.

Os masbahas (Islâmicos) usam 99 contas, na qual dividem o rosário em 3 séries de 33 contas.

Os Budistas e Hindus utilizam o Japamala com 108 contas. O Japamala, no Sikhismo, fundado no século 15 pelo guru Nanak, também possui 108 contas.

O tasbi é o Japamala dos maometanos, que entoam o nome de Allah quando repetem suas orações.

No Budismo Tibetano, os malas são maiores, 111 contas.

Inicialmente, estes Japamalas eram feitos de ossos humanos ou de animais, mais precisamente, os Japamalas da tradição Budista Tibetana.

108 contas

O número, 108 tem um significado poderoso na sabedoria Indiana, tanto no Budismo como no hinduísmo. Alguns fatos sobre o número:

  • A deusa Krishna possui 108 nomes
  • Na Índia, existem 108 locais sagrados
  • Os templos budistas e hinduístas possuem 108 degraus
  • A acupuntura utiliza 108 pontos
  • Existem 108 textos sagrados na tradição Yoga
  • Na visão budista, existem 108 virtudes que precisam ser cultivadas, para se alcançar a iluminação

O material utilizado para a confecção dos Japamalas é madeira, sementes ou pedras semipreciosas. Ou seja, elementos naturais, nada de plástico, assim, as propriedades energéticas são maiores.

Na Índia, os Japamalas são feitos de sementes de sândalo, tulsi e rudraksha.

Entendendo as partes do Japamala

Agora vou te apresentar a estrutura do Japamala, ele possui:

Contas: são as “bolinhas”, que podem ser de vários materiais, como falei acima, cada um vai vibrar em uma frequência diferente da outra. São estas bolinhas que você vai contar e mentalizar seus mantras, orações, etc.

Cordão: é conhecido como “fio do universo”, ele que mantém as contas juntas, simboliza que estamos todos interligados.

Entremeios: são as bolinhas ou peças menores que ficam entre as contas, o intuito é de manter espaço entre as contas para o manuseio do mesmo. Pode ser de vários materiais ou um simples nó.

Marcadores: tem o intuito de trazer o meditador de volta para a prática, ajudando no foco e concentração. Não são todos os Japamalas que possuem marcadores, pois acredita-se que os praticantes mais experientes não precisam ser lembrados para retornarem à prática.

Meru: é a conta maior, marca o início e o fim do Japamala. Você nunca deve atravessar o Meru, pois isso significa desrespeito, você deve girar e recomeçar o caminho na direção contrária.

Tassel ou ponteira: é aquela parte com franjinhas, é um dos elementos principais, é a conexão com o Divino, o que une todos os componentes do Japamala.  Em Sânscrito significa “quarto”, que é um estado de consciência. Os outros três são: estado desperto, estado e sonhos e de sono sem sonhos.

Usando seu Japamala

Existem alguns procedimentos para que você possa utilizar o seu Japamala e entoar seus mantras favoritos, você deve:

  1. Sentar-se em posição meditativa (alinhada) ou confortável
  2. Feche os olhos, você também pode deixa-los abertos, mas procure estar em um local neutro, sem muitas distrações
  3. Preste atenção na sua respiração, ela deve estar profunda e relaxada
  4. Para segurar o Japamala, existe um jeito certo: segure com a mão direita e use o polegar para contar os mantras. Na Índia, a mão esquerda é considerada impura. O dedo indicador não deve tocar no Japamala.
  5. Preste atenção ao mantra, você pode sincronizar sua respiração com o mantra também
  6. Conte até chegar no guru, que será a 108 conta.

Mantras poderosos

Bom, agora que você sabe para que serve o Japamala, sua história, o significado de cada parte, nada mais justo que indicar alguns mantras para você entoar no seu Japamala.

Mas antes, vou compartilhar algo bem legal com você.

Você sabe o que é atenção plena?

É quando criamos consciência de algo que prestamos atenção, no aqui e no agora, também é conhecido como Mindfulness.

Deepak Chopra fala que algumas áreas da nossa vida são mais fáceis de prestar atenção do que outras. De acordo com as filosofias orientais, podemos retornar para a realidade a hora que quisermos, mas nem sempre fazemos isso. A atenção plena é definida também como “consciência da consciência”.

O autor também fala que a atenção plena é um estado criativo

“Quando você esvazia completamente sua mente, tem o maior potencial, pois está em um estado de auto consciência total”.

Mas por que eu estou falando tudo isso? Porque os mantras ajudam a cultivar a atenção plena, levando a mente para um estado mais perceptivo.

Vamos então conhecer os 5 mantras poderosos?

Om Shanti: é o mantra da paz. Significa: “Om que haja paz, paz, a mais perfeita paz.” Om é considerado como o som do universo. Shanti significa paz.

Om Gam Ganapataye Namaha: mantra dedicado ao Ganesha. Você sabe quem é Ganesha? Temos um artigo bem legal explicando sobre, clique aqui para ler.

É um mantra poderoso para remover obstáculos e abre caminhos para a prosperidade também.

Om Mani Padme Hum: é um dos mantras mais populares, é o mantra da compaixão e misericórdia, também é muito poderoso contra a negatividade.

Ao entoar este mantra, você se abre para receber energias positivas, limpando sua mente da negatividade e consequentemente, abrindo-se para atingir suas metas.

Om Namah Shivaya: mantra da salvação, significa “Om, inclino-me perante Shiva” ou “Inclino-me perante ao meu divino Ser interior”.

Crie o seu mantra: você também pode entoar frases positivas em português, já que o mantra tem o poder de alterar nossas frequências mentais.

Alguns exemplos:

 “Eu crio a minha realidade”

“Na minha vida só tem bençãos”

 “Sou feliz e amado”

Na nossa lojinha virtual temos vários modelos de Japamala. Clique aqui para acessar.

Namastê!

2 respostas

    1. Que bom que gostou, Geuza! Conte conosco se precisar de esclarecimentos adicionais. Sempre trazemos novidades aqui no Blog também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket
Om Joy

Om Joy

A filosofia do Yoga nos encanta e nos inspira dentro e fora do Mat. Ela nos traz a visão do mundo como um lugar belo no qual só depende de nós criar uma realidade igualmente bela. E é daí que surgiu a Om Joy! Queremos levar essa inspiração a todos que se sentem de alguma forma tocados por essa filosofia. Queremos ser o cantinho online onde você encontra tudo relacionado ao Yoga. Não deixe de conhecer nossa Loja online 100% voltada para o Yoga! =)

Cupom de desconto OM JOY!

12%

de desconto

Para usar em nossa loja virtual!

Horas
Minutos
Segundos

Insira Agora seu e-mail e destrave o cupom!

Aqui esta seu cupom!

Copie e cole no carrinho de compras do site

				
					OMBLOG12
				
			

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram