Xamanismo e umbanda – semelhanças e diferenças

Leitura: 3 min

Se você tem apenas uma ideia do que é cada um, mas nunca pesquisou mais a fundo, já deve ter se perguntado se xamanismo e umbanda são as mesmas coisas.

Eu venho estudando estas duas filosofias espirituais a algum tempo e tenho percebido algumas semelhanças, principalmente pelas manifestações espirituais dos caboclos nas duas. Inclusive, as entidades da umbanda não foram necessariamente umbandistas em suas encarnações, prova disso são os caboclos da umbanda, em que muitos foram xamãs.

O que é o xamanismo?

O xamanismo não é uma religião, pois não existem livros canônicos, é uma prática ancestral que envolve: magia, filosofias, cura, transe, transmutação, seres místicos, ou seja, é a ligação com o sagrado.

A palavra xamã significa “inspirado pelos espíritos”, a palavra Shaman tem sua origem na língua Manchú-Tangu, e estudos mostram que ela apareceu no sânscrito, apesar de muitos acharem que a palavra vem do russo.  O “sha” do shaman, significa “conhecer”.

Alguns historiadores acreditam que o xamanismo surgiu na Europa entre 30 000 e 20 000 de anos atrás em que as pinturas rupestres encontrada na França e Espanha evidenciam essa descoberta.

Também é relatado que o xamanismo surgiu na Sibéria, já que alguns afirmam que esta palavra surgiu e lá, derivada a língua Evenca e Tungo. Existem evidências também do xamanismo em regiões isoladas de outros continentes.

O Xamã é uma pessoa que entra em contato com o mundo espiritual através do transe, que nada mais é do que o desdobramento do corpo, em que ele busca no plano astral, orientações.

Como funciona e o que é usado no xamanismo?

Como falei anteriormente, o Xamã entra em contato com o mundo espiritual através do transe, e para entrar em transe, eles utilizam substâncias psicoativas, ou, expansores de consciência, estas substâncias junto com outras, são chamadas também de medicinas da floresta, dentre elas, as mais conhecidas são:

-Ayahuasca: feita da mistura do cipó-mariri com o arbusto chacrona, também é conhecido como o Sando Daime.

– Chá de cogumelo:  Amanita muscaria é o nome do chá, é tomado pelas pessoas da Sibéria, durante o solstício de inverno.

– Rapé:  é composto de ervas, cascas de árvores e outras plantas tradicionalmente usadas por tribos indígenas da América do Sul há milhares de anos. Algumas provocam mirações (expansão de consciência). Rapé vem do francês, que significa “raspar”.  Inclusive, o rapé tem passagem na literatura brasileira, na obra do Machado de Assis em Bote de rapé e em Os Maias, de Eça de Queirós.

– Cachimbo xamânico: utilizados para processos de cura, tanto físico como espiritual. O Ritual é entoar uma oração enquanto fuma o cachimbo (sem tragar), elevando-se.

– Rituais de dança: conhecido como Ritual do Toré, é um ritual que envolve a dança e é praticado pelos indígenas do Nordeste do Brasil. Estas danças materializam os seres espirituais ou encantados e pode durar horas.

E quais as semelhanças entre a Umbanda e o Xamanismo?

Sim, você não está errado se achou e elas são semelhantes, a seguir, algumas práticas encontradas em ambos:

  1. Cachimbo e fumo: presente na umbanda, é de origem xamânica, conhecido com pito (no tupi).
  2. Linha de caboclo e elementos indígenas: uma das linhas da umbanda, alguns caboclos ou pajés foram xamãs em suas antigas encarnações no Brasil. Em relação aos elementos, são usados o maracá (chocalho), penachos, cocares e tambores, estes são objetos ritualísticos, mas de origem cultural indígena.
  3. Banho de ervas e chás: no Brasil, é uma herança bem consolidada e forte, que são os banhos de ervas e é muito utilizado na umbanda, inclusive no Amaci, que é um ritual parecido com um batismo. O Chá também, por se tratar de ervas, que são poderosas.

Quando falamos da presença do Xamanismo em relação a umbanda, ao olharmos mais a fundo, encontramos também em outras religiões, podemos pensar na defumação por exemplo, que são encontrados em cerimônias católicas, a meditação no budismo, o passe no espiritismo, as ervas na umbanda, o batuque no candomblé, e assim por diante.

E o que você acha? Já participou de algum ritual xamânico, já foi no terreiro de umbanda? Deixa aqui nos comentários as suas experiências.

Até a próxima,

Om Joy

7 respostas

  1. Prático em casa alguns rituais …como ” eu sou” busco sempre músicas positivas energizantes é amaria conhecer o mundo xamanismo ….lugares …amei li cada detalhe da sua publicação isso lamentou mais ainda minhas vontades….quero ser uma xamanista .

    1. Keila, ficamos super felizes com seu depoimento! Nos motiva muito saber que ajudamos de alguma forma. Vamos tentar trazer mais conteúdo de xamanismo aqui para vocês, agradeço mais uma vez o contato.

  2. Gostei muito de saber mais sobre o xamanismo, pois estou tendo contato recentemente com essa cultura e estou amando…me ajudando muito no autoconhecimento e desenvolvimento espiritual.

    1. Que coisa boa, Patrícia! Ficamos super felizes que tenha cruzado com o Xamanismo no seu caminho, certamente isso trará muitas coisas boas para sua jornada. No que precisar, conte conosco!

  3. Olá meu caro. Adorei seu texto e reflexões. Eu sou um praticante eventual das duas práticas e posso corroborar com suas palavras. O Xamanismo tem uma ligação muito forte com algumas práticas Umbandistas, como vc disse, na linha dos caboclos.

    Ambas buscam elevação por meio de cantos, todas, danças, meditações e preces. O incenso em ambos os rituais é muito forte, bem como os tambores, a música.

    Índios brasileiros são índios como qualquer outro do planeta. Há uma referência forte nos locais que frequentei a respeito dos índio norte americanos. Mas o nosso povo nativo, as nações indígenas brasileiras são repletas de ritualísticas essencialmente Xamânicas. Afinal, são povos que aprenderam a amar e a viver em harmonia com a natureza.

    E os caboclos nada mais são do que nativos brasileiros presentes nas giras ou outros atendimentos por meio de um medium.

    E sim, muitas religiões, credos, mesmo que não organizados ou contendo algum Livro Sangrado, trás em sua tradição oral sua linha doutrinária básica. E tanto a Umbanda com no Xamanismo muitas tradições se cruzam, mesmo que ambas não tenham qualquer relação de proximidade uma com a outra em termos de ritos comuns ou em conjuntos.

  4. Sou Umbandista, estou conheceendo o xamanismo, estou cada vez mais encanta, ainda não participei do ritual xamanico, mas com certeza é uma questão de muito pouco tempo. A cada dia que passa, aumenta a minha necessidadebde auto conhecimento. Adorei sua matéria, muito enriquecedora. Gratidão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no pocket
Om Joy

Om Joy

A filosofia do Yoga nos encanta e nos inspira dentro e fora do Mat. Ela nos traz a visão do mundo como um lugar belo no qual só depende de nós criar uma realidade igualmente bela. E é daí que surgiu a Om Joy! Queremos levar essa inspiração a todos que se sentem de alguma forma tocados por essa filosofia. Queremos ser o cantinho online onde você encontra tudo relacionado ao Yoga. Não deixe de conhecer nossa Loja online 100% voltada para o Yoga! =)

Cupom de desconto OM JOY!

12%

de desconto

Para usar em nossa loja virtual!

Horas
Minutos
Segundos

Insira Agora seu e-mail e destrave o cupom!

Aqui esta seu cupom!

Copie e cole no carrinho de compras do site

				
					OMBLOG12
				
			

compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram